• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Obra de Eduardo Kobra leiloada para apoiar vítimas da enchente no RS deve virar mural no estado


Tela ‘Resiliência’, que estampa referências ao Rio Grande do Sul, deve se tornar painel em local ainda indefinido. Instituto do artista afirma que ações voltadas para reconstrução do estado somam R$ 1 milhão. Obra “Resiliência” é alusiva à situação que atravessa o RS
Divulgação/Instituto Kobra
Uma obra que retrata um punho tatuado com a Estátua do Laçador – símbolo oficial de Porto Alegre– segurando a bandeira do Rio Grande do Sul foi leiloada, nesta quinta-feira (23), por R$ 325 mil. A tela “Resistência” foi criada pelo artista Eduardo Kobra e deve ganhar um espaço no estado em breve.
📲 Acesse o canal do g1 RS no WhatsApp
Com o valor, o artista promete adquirir 15 mil cestas básicas para repassar a unidades da Defesa Civil e Assistência Social do Rio Grande do Sul. Serão 130 toneladas destinadas à causa das cheias e das enchentes, que já vitimaram 162 pessoas no Rio Grande do Sul.
Ao g1, Kobra disse que dezenas de pessoas o procuraram para estampar o retrato em algum local do estado e que avalia locais.
“Minha expectativa, depois que tudo isso passar, é poder levar essa obra e pintar voluntariamente em algum lugar aí no Sul”, falou.
O desenho mede 2,40 metros de altura por 1,95 metro de altura. O leilão, que durou cinco dias, foi uma das iniciativas que o artista de arte urbana fez para auxiliar o estado.
O artista afirma que ações como arrecadações via Pix, venda de serigrafias com o desenho e a tela original somam mais de R$ 1,5 milhão. Kobra também cedeu a imagem para estampar camisetas, que serão comercializadas com a mesma finalidade.
A tela foi pintada ao vivo em uma rede social do artista e buscava mostrar a resistência da população do estado diante do cenário das enchentes, segundo o artista.
“A imagem que eu criei mostra isso. Eu pensei, justamente, na questão da resistência, da força do povo que, agora, junto, vai ter que superar esse desafio gigantesco. Um dia isso vai ter que passar, mas agora o momento é o momento de reconstrução”, comentou.
Perfil
Eduardo Kobra é natural de São Paulo e detém o recorde de maior mural grafitado do mundo, com a obra “Cacau”, feita em São Paulo, em 2017. Na arte urbana, começou na pichação e foi detido três vezes por uso irregular de sprays em muros. As tradicionais artes tridimensionais que eternizaram o seu estilo surgiram em 2009, quando conheceu referências na área. Ele tem obras pintadas nos cinco continentes, inclusive no RS.
A primeira obra do artista no estado foi um retrato de Mario Quintana, em um colégio particular de Porto Alegre. Ele também já retratou o folclorista Paixão Côrtes no Quarto Distrito, na capital, e homenageou personalidades nacionais, como Paulo Freire, em Lajeado. Em 2010, também elaborou um mural em uma biblioteca de Santa Maria, com imagens da década de 1950 do município.
“Uma coisa que é bem relevante pra mim são os momentos em que eu passei por aí, a forma com que eu fui recepcionado, a oportunidade que eu tive de expor o meu trabalho aí nas cidades, o carinho que as pessoas tiveram comigo. Acho que isso me marcou bastante”, falou.
Tela foi pintada ao vivo em uma live
Divulgação/Instituto Kobra
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Adicionar aos favoritos o Link permanente.