• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

‘Acerto de contas’ do tráfico motivou chacina em festa de aniversário, diz Polícia Militar


Segundo a corporação, o aniversariante, de 9 anos, o pai dele, de 26, e uma prima da criança, de 11, morreram no ataque, em Ribeirão das Neves, nesta quinta-feira (23). Chacina em Ribeirão das Neves mobilizou várias equipes de polícia
Henrique Campos/TV Globo
Um “acerto de contas” do tráfico de drogas motivou a chacina que deixou mortos e feridos em uma festa de aniversário, na noite desta quinta-feira (23), em Ribeirão das Neves, na Grande BH. Segundo a Polícia Militar, os suspeitos tinham como alvo Felipe Júnior Moreira Lima, de 26 anos.
O homem era pai do aniversariante, Heitor Felipe, de 9 anos. Os dois morreram no ataque, junto com uma prima da criança, de 11 anos. Três convidadas foram baleadas e socorridas com vida.
Heitor Felipe era o aniversariante e completava 9 anos
Redes sociais
De acordo com a PM, o adulto assassinado tinha envolvimento com criminosos do bairro Morro Alto, em Vespasiano.
“Só vieram aqui ao local em Ribeirão das Neves para comemorar o aniversário. Mas tem a ver com uma guerra [do tráfico] lá de Vespasiano, que já estaria acontecendo há algum tempo. As informações que nós temos é que tanto a vítima fatal quanto os autores são conhecidos das guarnições”, explicou o capitão Arley Santos.
Ainda conforme a instituição, pelo menos dois homens são apontados como autores do crime. A dupla invadiu a comemoração, fez vários disparos e, em seguida, fugiu em um carro.
Tiroteio em festa de aniversário de criança deixa mortos e feridos na Grande BH
Henrique Campos/TV Globo
Um dos atiradores foi encontrado pela PM, também baleado, em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Contagem. Ele recebeu voz de prisão, mas precisou ser transferido para o hospital público do município.
A Polícia Civil enviou uma equipe para analisar a cena do crime e encaminhar os corpos para o Instituto Médico Legal (IML).
Quem são as vítimas
O aniversariante, que completava 9 anos, morreu na hora. Ele foi identificado como Heitor Felipe, jogador da base dos clubes Atlético Mineiro e América.
O pai do menino, Felipe Júnior Moreira Lima, de 26 anos, e a prima da criança, de 11, também morreram no salão de festas. Três convidadas foram atingidas e levadas para o Hospital Risoleta Tolentino Neves, em Belo Horizonte:
Uma adolescente, de 13 anos, e mãe dela;
Uma jovem, de 19 anos.
Os vídeos mais vistos do g1 Minas:

Adicionar aos favoritos o Link permanente.